A família Grilo vai embarcar em um veleiro e se lançar ao mar apenas com o ponto de partida. Uma aventura onde tudo é possível!

Siga o Bora:

EnglishPortugueseSpanish
Top
Image Alt

Bora

Diário de Bordo #5 – Qual é a recompensa da vida à bordo?

Li outro dia um livro chamado “How to measure your life” e uma das passagens que me chamou a atenção foi a explicação do autor sobre os motivos que levam as pessoas a focar bastante na carreira e não em outras coisas. Ele diz que nós necessitamos ter recompensa rápida nas coisas que fazemos, e nada melhor que uma promoção, uma venda, uma apresentação, um projeto para rapidamente obter essa satisfação imediata. Mas não vou entrar no mérito principal do livro, que fala sobre balancear melhor nossa vida e focar nas coisas que realmente nos farão felizes no longo prazo.

Ao ler este livro, entendi melhor o que tem acontecido comigo nos últimos meses vivendo a bordo, pois depois de cada atividade manual que faço, me sinto muito bem e realizado. Em casa não trocava uma lâmpada, e hoje limpo motor, arrumo bomba, compro peças para manutenção, aspiro, varro, encero, limpo, lixo e por aí vai. Mas sempre termino com uma sensação de missão cumprida e de dever feito que não tem preço. Cada atividade dessa representa um desafio muito bacana, pois são coisas que não domino e não faziam parte do meu dia a dia. Acho que por isso a sensação boa de realização.

A foto que começou esse texto foi tirada junto com dois amigos que estão me ajudando a lixar e pintar o fundo do Bora. Os próximos 3 dias de trabalho serão intensos. Ontem no jantar com minha esposa, mesmo exausto, não cansava de repetir para ela o quão feliz estava e a agradeci mil vezes por estar aqui comigo. Ok, ok, ok você pode pensar que é óbvio, pois estou pintando o meu barco no Caribe, mas o ponto não é esse, o ponto é que descobri que fazendo trabalhos braçais estou tendo minhas recompensas quase que diariamente. Eu poderia simplesmente fazer o que fazia em casa e trazer pessoas para resolver meus problemas. Aqui, quando não domino o assunto, trago alguém sim, mas é para fazer junto e aprender. Assim da próxima, já posso fazer sozinho.

Só tem uma coisa que não sai da minha cabeça agora, a minha churrasqueira a gás que está precisando de um bom trato. Esta recompensa com certeza vai ser boa.

E ai, Bora?

Comments

  • Sergio Rezende
    14 de outubro de 2018

    Bom dia Luciano, estou acompanhando sua viagem acho o máximo e gostaria se possível que me informasse quanto ficaria o investimento para adquirir um barco desse porte e fazer esta exeberante decisão de viver a bordo. Obrigado Sergio Rezende.

    reply

Post a Comment